Como se desenvolve o ESDE Verão

Apesar da programação do ciclo de debates não adotar exatamente a estrutura dos estudos sistematizados desenvolvidos durante o ano, o ESDE Verão possui uma metodologia própria, construida através da experiência adquirida nas atividades de estudos da Doutrina Espírita realizadas pelo TAREFEIROS.

Via de regra, segue-se uma certa sequência para facilitar o entendimento da proposta do ESDE Verão, bem como para promover, de uma forma descontraída, a integração dos participantes nos debates e reflexões que ocorrerão durante o transcorrer do filme. Para Fonte da Vida estão previstas cinco sessões, sendo uma por semana, às quintas-feiras à noite, com duração de uma hora e trinta minutos. Em cada sessão de estudo, assiste-se um trecho do filme, com um tempo determinado, quando são discutidas as principais questões identificadas pelos participantes e coordenadores dos debates.

De forma semelhante a um cine clube, os participantes são convidados a assistir,  discutir e refletir sobre o conteúdo ou mensagens das cenas do filme. São fornecidas orientações pela coordenação dos debates sobre os aspectos mais importantes que podem ser observados, tais como: diálogos, fotografia, história, música e imagens. A depender do desenrolar do enredo, haverá momentos em que é interrompida a projeção da película para discussão da temática proposta pelo diretor do filme. Após as conclusões parciais pois muitas vezes somente no final do filme poderá se obter uma visão mais abrangente e mais clara sobre a problemática existencial e dos relacionamentos humanos , retorna-se a assistir o filme, a partir de onde se parou.  E, assim, a cada sessão, a compreensão e reflexões doutrinárias espíritasvão se tornando mais fundamentadas e conclusivas.

Abordagem temática do filme

  • Mitos, religião e espiritismo;
  • Morte e finitude da vida;
  • Autoconsciência e despertar espiritual;
  • Provas, expiações e missões;
  • Relação corpo e espírito;
  • Pluralidade das existências
  • Medo, fé e esperança;
  • Evolução espiritual;

CineDebate Filosófico: Filme Fonte da Vida

Fonte da vida

Reflexões espíritas sobre a finitude, mortalidade, renascimento e limitações existenciais.

Durante o filme, acompanhamos três histórias em diferentes períodos – passado (chamaremos de Linha A), presente (chamaremos de Linha B), e futuro (chamaremos de Linha C) – nestas três linhas de ação acompanhamos Hugh Jackman interpretando, no passado, um conquistador espanhol (Tomas) a mando da Rainha Isabel, numa jornada pela América Central a procura da árvore que segundo lendas maia traria vida eterna; no presente, um neurocientista (Tom Creo) se esforçando para encontrar a cura para uma doença terminal presente em sua esposa, Izzi; e no futuro, um viajante espacial, possivelmente o último homem (chamaremos ele de Tom do futuro), indo em direção uma estrela morta para tentar “ressuscitar” uma árvore.

O tema de Fonte da Vida de medo da morte é "um movimento das trevas para a luz, do preto ao branco" que traça a jornada de um homem com medo da morte e se movendo em direção a ela. O filme começa com uma paráfrase de Gênesis 3:24, a passagem bíblica que reflete a Queda do homem. Hugh Jackman enfatizou a importância da queda no filme: "No momento em que Adão e Eva comeram da Árvore da Ciência do Bem e do Mal, os seres humanos começaram a experimentar a vida como todos nós experimentamos agora, o que é a vida e a morte, pobres e ricos, dor e prazer, o bem e o mal. Vivemos em um mundo de dualidade. Marido, esposa, nos relacionamos com tudo. E muito de nossas vidas são gastas em não querer morrer, ser pobre, experiência com a dor. É o que acontece com o filme." Aronofsky também interpretou a história de Gênesis como a definição de mortalidade para a humanidade. Ele perguntou da Queda, "Se eles tivessem bebido da Árvore da Vida [em vez da Árvore do Conhecimento] o que teria os separado de seu criador? Então, o que nos torna humanos é realmente a morte. É o que nos faz especial."


INSCRIÇÕES ESDE VERÃO 2019  

DATAS:

17, 24, 31 de janeiro;

07 e 14 de fevereiro de 2019 

HORÁRIO:

Todas as quintas-feiras, das 20:00 às 21:30 horas

COORDENADOR DOS DEBATES:

Adilson Gomes